Buscar
  • Kitty Lopes

A geração Ageless – Mulheres sem idade

Você já ouviu falar das mulheres da Geração Ageless?

Traduzindo para o português, ageless significa “sem idade”. São mulheres que passaram dos 40, 50, 60 anos e estão vivendo o auge da sua plenitude. Mulheres que não se definem pela faixa etária. Bem resolvidas, donas da sua vida, do seu corpo, da sua vontade e do seu querer. É uma geração produtiva, que sabe o que quer e que não aceita estereótipos impostos por ninguém. Agora, o lema é outro: sentir-se bem em qualquer idade. Esse movimento está dando início a uma mudança importante no mercado e nas relações de consumo. As marcas começaram a entender que a idade é apenas um número e que o estilo de vida é que é a grande diferença. Afinal, estilo não tem idade, não é mesmo?

Uma pesquisa realizada pelo jornal britânico The Telegraph, identificou que 96%, das 500 entrevistadas com mais de 40 anos, não se consideram pertencentes ao rótulo “meia-idade”. A grande maioria inclusive, 84%, não se deixa definir pela idade cronológica.

A mulher pode ser o que ela quiser, independente da idade. Aos 50, por exemplo, elas não começam nada do zero e sim recomeçam a partir de onde pararam. Dados de uma pesquisa da Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, indicam que é aos 60 anos que atingimos a maturidade emocional.

O jornal espanhol El País, aproveitou essa nova “onda” e, coletou opiniões a respeito dos rótulos relacionados à idade, de espanholas que passaram dos 40 - “Estou melhor do que estava aos 20. Continuo participando de competições de dança, viajo, faço loucuras, me fantasio, continuo aprendendo idiomas, estou na quarta língua. Adoro viver... Não faço nada para parecer mais jovem, não é isso, é que meu estilo de vida é assim” – disse Silvia Mesquita de 42 anos. Já Charo Fernández, de 49 anos, vê a “meia-idade” de forma diferente - "Eu me identifico, sim, com a meia-idade. O que acho que mudou é o conceito. Não sou uma senhora de meia-idade, mas sou, sim, uma mulher de meia-idade. Até diria que uma moça de meia-idade.” Essas e outras declarações você pode conferir na matéria completa com versão em português do jornal El País.

Sucesso que está “bombando” nas redes sociais, “Avós da Razão” (@avosdarazao), é protagonizado por três senhoras, que nutrem entre elas, mais de seis décadas de amizade, e que são exemplos de mulheres ageless. Helena Wiechmann, de 92 anos, Sonia Bonetti, de 83 e Gilda Bandeira de Mello, de 79 anos, transformaram os papos divertidos em casa, acompanhados de drinks e salgadinhos, em vídeos na internet. Destemidas, sempre pautadas no bom humor e na valorização da autoestima, elas não se privam em responder todo tipo de pergunta e, assim, viraram as queridinhas das redes sociais. Só no Instagram já são mais de 108 mil seguidores, que esperam ansiosos pelas quintas-feiras. Dia em que as três postam vídeos respondendo, com bom humor, perguntas das mais inusitadas - "Tem gente chata que faz pergunta nada a ver ou acha que somos psicólogas. Uma vez questionaram o que fazer já que o marido não dava mais no couro. Eu não sei, tem que falar com alguém que entende, né?", diz Gilda. Os assuntos são variados. Desde os leves, até os mais importantes como aborto e homofobia.



O conselho que a Gilda dá para TODAS as mulheres - "Vivam muito bem e façam da vida uma alegria, porque ela já vem com uma carga muito pesada. Quem é bem-humorado fica jovem para sempre".

Não existe idade para recomeçar, para investir em novos projetos, para se descobrir, para se libertar. Envelhecer ainda é um tabu, principalmente para nós mulheres. E esse tabu precisa ser desconstruído.



A Mezcla Mulher quer mostrar para as novas gerações de mulheres, as que têm 15, 20, 30 anos, que quando chegarem aos 50, aliadas à vivência, formação e experiência, elas estarão no auge do seu potencial. Somos as mulheres “SEM IDADE”. Somos o movimento de negação de todos os padrões, que nos foram impostos pela sociedade, por décadas. Viver bem com a gente mesma, é o que realmente importa!




8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mudar